26 de maio de 2018
Faciap lança nota sobre aumento do combustível
A Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná – FACIAP, suas doze Coordenadorias Regionais e quase a totalidade das Associações Comerciais presentes em mais de 290 municípios do Estado do Paraná, por acreditarem na essência do associativismo, manifestam apoio aos caminhoneiros em todo o estado.

O preço do combustível tão elevado no Brasil é originado, mais uma vez, do fato de vivermos em um Estado inchado e gastador, além do histórico de corrupção recentemente deflagrada. A carga tributária embutida no comércio de combustíveis correspondente a 27% do preço do óleo diesel e 43% do preço da gasolina. 

Os empresários, grande geradores de riqueza do país, assim como os caminhoneiros, transportadores dessas riquezas, merecem respeito dos governantes. Esse respeito deveria se dar com uma arrecadação de tributos razoável e com um gasto público racional, a começar extinguindo-se todo e qualquer gasto público indevido.

  O setor produtivo do Paraná, com o quinto dia de paralisação, está diretamente sofrendo as consequências da morosidade em solucionar o impasse entre a classe de transportadores autônomos e o governo federal.

Dessa forma, clama-se que todos os envolvidos cedam no que for possível: o governo federal, editando medidas imediatas de corte de gastos públicos, iniciando-se com a revogação da criação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, como bem salientado pela OAB/PR em nota divulgada em sua página na internet; o estadual, igualmente, cortando gastos públicos abusivos e renunciando a algum percentual da cobrança de ICMS sobre combustível, barateando o custo a todos os cidadãos paranaenses; e os grevistas, para que com bom senso liberem, além das cargas vivas e ração, as prioritárias, como alimentos e gás de cozinha.